Medicamento Soliris, que custa R$ 27 mil, perde patente no Brasil

A 3a Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu quebrar a patente do medicamento Soliris, indicado para o tratamento de Hemoglobinúria Paroxística Noturna (HPN), rara doença que afeta o sistema sanguíneo.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A decisão abre caminho para a produção do genérico do medicamento no país por um preço mais acessível.